Arquivo da tag: Especial

Balanço do ano, expectativas, agradecimento e considerações finais.

Esse post serve mais como registro pessoal. Queria deixar guardado em algum lugar o meu parecer a respeito desse ano ótimo, que acaba hoje.

2012 foi o ano da leitura. Nunca li tanto como esse ano, foram 60 livros, muito muito diferente dos dois anteriores. Em 2010 li 19 livros e em 2011, 11 livros, vergonhoso. Posso dizer que 2012 foi o ano em que a literatura realmente invadiu a minha vida, ou fui eu que eu entrei de corpo e alma na literatura? Independente, este ano me mostrou que o amor pelos livros ultrapassa a vida a dois, as letras e o leitor. Essa paixão pode ser compartilhada, e deve. Conheci muitos blogs e vlogs incríveis, que inclusive me inspiraram a criar este blog na metade do ano, pois senti vontade de falar sobre as minhas leituras também. Como não tenho muitos amigos leitores, a internet se mostrou um meio sensacional para ligar pessoas de lugares distantes, em função de um gosto comum. Que 2013 seja ainda mais incrível pra toda essa galera que incentiva muitos outros a conhecer o mundo lindo e louco da literatura. Agradecimentos a Denise do Meus olhos verdes, uma pessoa sensacional, que me presenteou com uma quantidade imensa de livros na lista de ‘desejados’ do skoob. Agradeço também ao Amanto do Tédio Social, que vem se mostrando um grande amigo virtual, aparentemente o seguidor mais assíduo do blog, desde o primeiro dia do mesmo. Além dessas pessoas incríveis que conheci este ano,  gostaria de agradecer também a Tati Feltrin, a Luara, Ju Gervason, Patricia Pirota, dentre outros, que apesar de não conversarmos tanto, muito moldaram o meu gosto literário.

Segue uma listinha de todos os livros que li este ano. Destaque para a literatura nacional (uma das minhas grandes paixões), espero conhecer muito muito mais a literatura produzida no nosso pais. Também quero reler mais livros da minha estante; e além disso, preciso preencher 2013 com mais poesia, haja visto que em 2012 li apenas 1 livro do gênero. Ah! E tem outra coisa, ano que vem terá muito Machado!

-O Outro Pé da Sereia – Mia Couto
-O dia das moscas – Nei Leandro de Castro (*)
-O Verso e o Briefing – Clotilde Tavares
-Carta sobre a Felicidade (a Meneceu) – Epícuro
-Onde Vivem os Monstros – Maurice Sendak
-O Maravilhoso Mágico de Oz – Lyman Frank Baum  (**)
-O Alienista – Machado de Assis  (**)
-A Metamorfose – Franz Kafka (*)
-Coisas frágeis 1 – Neil Gaiman (**)
-As Aventuras de Pinóquio – Carlo Collodi
-O Caso Morel – Rubem Fonseca – 232 páginas
-O Perfume – Patrick Süskind (**)
-1984 – George Orwell
-Almoço nu – William S. Burroughs (*)
-Escolha o título – daniel minchoni, eveline gomes
-O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald
-Grandes Esperanças – Charles Dickens (**)
-Pedro Páramo – Juan Rulfo  (*)
-Renascença – Oliver Bowden
-Estorvo – Chico Buarque
-80 anos de poesia – Mario Quintana
-A Revolta da Cachaça – Antonio Callado
-Lucíola – José de Alencar  (*)
-O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger (**)
-O Corno de si mesmo – Marquês de Sade
-Blecaute – Marcelo Rubens Paiva
-Contos Bregas de bolso – Thiago de Góes
-O Médico e o Monstro – Robert Louis Stevenson
-O Menino do Dedo Verde – Maurice Druon (**)
-Viagens com o presidente – Eduarco Scolese, Leonencio Nossa
-Ana Karênina – Liev Tolstói  (**)
-Saramago – João Marques Lopes
-Praticamente Inofensiva – Douglas Adams  (*)
-Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes! – Douglas Adams  (*)
-A Vida, o Universo e Tudo Mais – Douglas Adams  (*)
-O Restaurante no Fim do Universo – Douglas Adams  (*)
-O escaravelho do Diabo – Lúcia Machado de Almeida
-Uma Breve História do Tempo – Stephen W. Hawking
-Poeira das Estrelas – Marcelo Gleiser
-Da Morte; Metafísica do Amor; Do Sofrimento do Mundo – Schopenhauer (*)
-Seminário dos Ratos – Lygia Fagundes Telles
-A Estrada da Noite – Joe Hill
-A Menina Que Não Sabia Ler – John Harding (**)
-Laranja Mecânica – Anthony Burgess (**)
-Rashômon e Outros Contos – Ryunosuke Akutagawa (**)
-A Comédia Trágica ou a Tragédia Cômica de Mr. Punch – Neil Gaiman, Dave McKean (*)
-Os Meninos Aquáticos – Charles Kingsley (**)
-Ficções – Jorge Luis Borges – 174 páginas (**)
-Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra – Mia Couto (*)
-Memória de Minhas Putas Tristes – Gabriel García Márquez (**)
-O Caso dos Exploradores de Cavernas – Lon L. Fuller
-A Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera  (*)
-O Natal de Poirot – Agatha Christie
-Assassinato no Expresso do Oriente – Agatha Christie
-Cai o Pano – Agatha Christie
-O Primeiro Mandamento – Brad Thor
-Suicídios exemplares – Enrique Vila-Matas
-Tubarão – Peter Benchley (**)
-Cartas a Um Jovem Poeta – Rainer Maria Rilke (*)
-Eu, Robô – Isaac Asimov (**)

(*) Livros que entraram para a lista de favoritos de todos os tempos desde sempre.
(**) Livros que, por algum motivo, foram marcantes e super recomendo.

ps: Muitos dos livros citados acima não foram abordados no blog, uma vez que ele foi criado na metade deste ano. Se alguém se interessar por algum especificamente, posso falar minhas impressões pelos comentários ;)

Este é oficialmente o ultimo post do ano.
Que 2013 seja ainda mais maravilhoso para todos nós.
Obrigado por tudo!
Inté!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Especial

Pai Natal passou por aqui

Engraçado, minha família não gosta de me dar livros de presente. Meu pai já deixou claro que não gasta dinheiro em livros, apesar de me incentivar bastante, verbalmente, à leitura (como pode?). A única, única, da família que se salva, e me salva, é a minha irmã. Enfim, este post é para compartilhar os livros que passaram a morar comigo depois do natal.

Maria, uma das pessoas mais bacanas que conheço, me presenteou com três livros incríveis.
1. Um deles é ‘Como ver um filme’ de Ana Maria Bahiana, que mostra ao leigo apreciador de cinema, like me, detalhes de uma produção cinematográfica, como o processo de mixagem de som e outros quesitos que acabamos não dando devida atenção em um filme. 1
2. O segundo é ‘Você tem que ouvir isso’ de Luiz Cesar Pimentel, que tem uma ideia genial. Uma série de artistas, jornalistas, cantores, produtores etc… foram convidados a listar as 20 músicas preferidas ou que por algum outro motivos, todos deveriam conhecer. Já fiz a minha e logo postarei aqui no blog.2
3. O terceiro, trata-se do novo Paulo Coelho, ‘Manuscrito Encontrado em Accra’, que agora tenho duplicado na minha estante.
natal

Para não perder o costume, minha irmã também me deu um livro de Natal. Da livraria, ela me ligou exigindo uma resposta para uma pergunta muito difícil. – ‘Crime e Castigo’ ou ‘Os Miseráveis’? – Respondi que não precisava se incomodar comigo, a ladainha de sempre, e escolhi ‘Crime e Castigo’. Ansiosa, me deu o presente dois dias antes do ideal. Quando abri o pacote, lindo o pacote, me deparei com ‘Conversa Sobre a Fé e a Ciência’ do Marcelo Gleiser, Frei Betto e Waldemar Falcão. Havia muito tempo que eu desejava loucamente este livro, e agora o possuo, foi uma grande surpresa e sem dúvidas será uma grande leitura.
4

E vocês, ganharam livros de presente?

Feliz Natal atrasado pra vocês!!!
Por hoje é isso!

2 Comentários

Arquivado em Enriquecendo a Estante, Especial

Tag: Os três de cinco [2012]

O mundo ano está acabando, o clima natalino pairando, o saudosismo nos tomando. Começam as retrospectivas. Encontrei esta tag no canal do YT da Ju Gervason, do blog O Batom de Clarice, e resolvi responder aqui, como forma de relembrar as atividades literárias do ano. Em especial, relatar aquelas que não estão no blog, haja visto que ele foi criado na metade de 2012, e muita coisa do primeiro semestre não vieram parar aqui. Vamos às três perguntas e suas cinco respectivas respostas.

1. As cinco compras mais estranhas:.

– Do Encantamento à Apostasia – Fernando Cerisara Gil
Um livro de crítica literária (não me interessa) de poesia arcade (não me interessa).

– Teatro Reunido – Lúcio Cardoso
Comprei sem saber quem era o autor, quando cheguei em casa que me dei conta: “Poham, tenho um livro do Lúcio Cardoso agora”.

– O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde
Comprei em língua inglesa, achando que conseguiria ler, até parece.

– O Alienista – Machado de Assis
Comprei só para ter dois na estante, e pior, ainda pretendo comprar mais do mesmo.

-Tubarão – Peter Benchley
Fui ao sebo destinado a gastar dinheiro, peguei um dos primeiro livro que vi. Sem esperança pela leitura, li, uma grande surpresa.

2. As melhores leituras:.

O Dia Das Moscas – Nei Leandro de Castro

Almoço Nu – William S. Burroughs

Pedro Páramo – Juan Rulfo

Lucíola – José de Alencar

Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra – Mia Couto

3. As 5 melhores compras:.

– Livros 1, 2 e 3 da série As Crônicas de Gelo e fogo – George R. R. Martin
Os três juntos por R$39,90 + frete, no submarino.

-Ana Karênina – Liev Tolstói
Uma edição linda de capa dura e detalhes em dourado por R$ 15,00.

– Poeira das Estrelas – Marcelo Gleiser
Depois de alguns anos procurando, encontrei por preço acessível na Estante Virtual (veio meio detonado mas por amor a gente perdoa).

– Os Meninos Aquáticos – Charles Kingsley
Costuma ser um livro difícil de achar, pesquisei na estante virtual e tinha um exemplar num sebo bem do lado de casa.

– Grandes Esperanças – Charles Dickens
Foi nada fácil de achar na edição da abril coleções, quando avistei jogado no chão do sebo, agarrei e saí correndo com o dinheiro na mão em direção ao caixa.

Por hoje é isso!
Até mais ;)

3 Comentários

Arquivado em Especial

Tag Livros + Emoções

Olá! Voltei para responder uma tag que está circulando pelos canais literários do youtube. Funciona da seguinte maneira, você deve relacionar determinada emoção a um livro que te fez sentir daquela maneira. Bora lá!

Que livro fez você se sentir…
…feliz?
Claro que eu não consegui escolher um único livro (começando bem). O primeiro é ‘O Santo e a Porca’ do Ariano Suassuna; esta peça é absurdamente engraçada, até meu pâncreas doeu de tanta risada. O segundo é ‘O Pequeno Príncipe’,  por ser unicamente apaixonante, este livro é capaz de inundar de felicidade até o mais seco dos homens.

Que livro fez você se sentir…
…nervoso/com raiva?
Não tenho muitos que me deixaram nervoso, o mais próximo disto foi ‘As Aventuras de Pinóquio’ de Carlo Collodi, o livro é incrível, com certeza um dos melhores que já li, mas o protagonista é irritante, Pinóquio é desobediente, mentiroso, ingrato, enfim, muita raiva desse boneco.

Que livro fez você se sentir…
…nostálgico?
Vixi, sei não, sorry.

Que livro fez você se sentir…
…assustado?
São três os livro que eu selecionei correspondentes a esta sensação, todos eles basicamente pelo mesmo motivo. São eles: ‘A Comédia Trágica ou Tragédia Cômica de Mister Punch’ de Neil Gaiman e Dave Mckean, este livro carrega uma história pesada e imagens densas, isso me assustou bastante a princípio. ‘Anjo Negro’ de Nelson Rodrigues, o enredo e os diálogos desse livro são assustadores e as personagens são loucas loucas. E por fim, ‘Almoço Nu’ de William Burroughs, este livro tem as cenas mais chocantes e caóticas que uma pessoa pode imaginar.

Que livro fez você se sentir…
…surpreso?
Positivamente, ‘Tubarão’ de Peter Benchley e ‘Cartas a um Jovem Poeta’ de Rainer Maria Rilke, o primeiro porque eu não estava com a mínima vontade de lê-lo e acabei devorando de tão bom; o segundo porque eu não esperava muita coisa de um livro de 96 páginas, mas acabei comprovando que Rilke é fueda.

Que livro fez você se sentir…
…desapontado?
Eu esperava muito mais do famoso ‘O Anticristo’ de Friedrich Nietzsche, quando li pela primeira vez cheguei a pensar que não havia entendido a mensagem, daí resolvi ler de novo, até perceber que eu de fato não me identifico com as ideias do cara. Outro desapontamento, este mais recentese deu com,  a leitura do clássico ‘O Grande Gatsby’ do Fitzgerald, comprei o livro porque logo será lançada uma nova adaptação cinematográfica, estava todo ansioso para ler, mas, achei cansativo e sem história, reconheço a importância da escrita e da crítica presente na representação de uma classe em uma determinada época nos Estados Unidos, mas ainda assim, me decepcionei.

Que livro fez você se sentir…
…angustiado/aflito?
Essa eu não tenho dúvida, foi absurdamente angustiante acompanhar o isolamento de Gregor Samsa em ‘A Metamorfose’ de Franz Kafka, muito muito triste. Além disso, um livro que eu achei muito aflitivo foi ‘O Último Papa’ de Luís MigueI Rocha, é quase impossível largar esta trama antes do final, o ritmo das situações é alucinante.

Que livro fez você se sentir…
…confuso?
Um deles foi ‘Estorvo’ de Chico Buarque, a escrita é muito esquisita, difícil acostumar, além disso, o texto todo tem um clima muito estranho, não sei ser mais claro, a leitura deste livro foi bastante confusa. ‘O Caso Morel’ do Rubem Fonseca deu câimbra nos miólos, foi realmente difícil assimilar o que se passava. E por fim, os livros das Ágatha Christie costumam me confundir um pouco, mas por um motivo bem específico, a quantidade e a forma como ela apresenta as personagens.

Créditos a Denise do ‘Meus Olhos verdes’ e a Tati Feltrin.

3 Comentários

Arquivado em Especial

Felicidade de domingo

Olá!
Voltei para falar de algo que deixou meu domingo muito feliz. Detalhe, meus domingos não costumam ser felizes ¬¬

Uma pessoa muito desapegada e muito amiga resolveu me dar alguns de seus livros, aproximadamente 20  :O  Segundo a própria, já tem mais livros separados para mim na casa dela o/ É ou não é para casar esta menina? rs

Todos

Lamento não ser evoluído o suficiente para fazer algo semelhante. É claro que eu pretendo, um dia, doar os meus livros a quem possa devolvê-los ao prazer de serem lidos novamente. Mas isso só irá ocorrer quando eu estiver me aposentando, por invalidez, do cargo de leitor.

Não sei como agradecer a esta Maria que, sabendo da minha paixão, deu um pedaço de si para a minha estante. O mais bacana de tudo isso, é que têm títulos ótimos na lista, como Humberto Eco, Mário Quintana, Machado de Assis, Sidney Sheldon, Graciliano Ramos, Oscar Wilde, dentre outras maravilhas menos conhecidas.

…alguns dos livros…

…mais maravilhas.

Precisava compartilhar esta alegria que veio enriquecer a minha estante.
Por hoje é isso, até!

2 Comentários

Arquivado em Enriquecendo a Estante, Especial