Arquivo da tag: 2013

Balanço do mês [Janeiro de 2013]

Relativamente atrasado, voltei para compartilhar o que li no mês que acabou de acabar, o que assisti, o que ouvi; enfim, foram poucos os livros, muitos os filmes, quase nada de séries (terminei a 3ª temporada de The Big Bang Theory apenas) e muita música boa. Antes, uma observação, não sei se alguém foi capaz de perceber, mas não teve Balanço do mês de dezembro, o fato é que o último mês do ano é sempre complicado; eu estava a um passo de alcançar as minhas férias, o natal estava próximo e a festa de ano novo também, e não consegui me organizar de modo a registra todas as minhas atividades, logo, não pude compartilhá-las. A partir de agora, para todo mês será feita uma breve retrospectiva, só não garanto para o mês 12 ;)

Livros:.
Em Janeiro li três livros dos mais finos que há, se não estou enganado, nenhum deles supera 200 páginas. Detalhe, um deles é da coleção 64 páginas. Mas por que eu li tão pouco assim? Eu explico, pode deixar, porque A Guerra dos Tronos está me tomando maravilhosos 2 mêses de leitura. Já fiz post sobre os três livros do mês, estes que foram intercalados entre os capítulos do grandalhão da Leya, e em poucos dias acabo com o livro 1 de George Martin e compartilho minhas impressões.
Livros janeiro

Sobre ‘O Mistério de Marie Rogêt’ de Edgar Allan Poe:. aqui
Sobre ‘Nihonjin’ de Oscar Nakasato:. aqui
Sobre ‘O Seminarista’ de Bernardo Guimarães:. aqui

Filmes:.
Minhas ferias acabaram no dia 22 de janeiro, e durante estes dias do mês 01 assisti a 11 filmes. Posso afirmar que o único filme ruim da lista é Prometheus, que na minha opinião pecou muito em roteiro, de resto ele é uma grande produção. ‘Django Livre’, ‘Life of Pi’ e ‘Cloud Atlas’ eu vi no cinema, o primeiro é extremamente irônico (um tarantino puro sangue) mas ainda prefiro ‘Kill Bill’ e ‘Bastardos Inglórios’; o segundo tem uma moral muito bonita, ótimos efeitos de computação gráfica, mas me cansou um pouco; e o terceiro é  bastante corajoso, por horas lacônico, e por outras explicativo demais, mas um ótimo filme com uma ótima montagem. ‘Hora de morrer’ tem uma fotografia imponente (em p&b). ‘E se vivessemos todos juntos’ e ‘Intocáveis’ são divertidíssimos e belos. ‘Holy Motors’ é genial, repleto de simbologia e cenas icônicas, além de uma atuação impecável do protagonista. ‘O impossível’ é sofrível demais de assistir, ‘Indomável sonhadora’ é lindamente singelo, e ‘Ferrugem e Osso’ é legalzão.

filmes janeiro

Música:
O que descobri em janeiro e/ou tenho ouvido recentemente: Ellen Oléria é aquela que com com sua brasilidade e voz imensa venceu o The Voice Brasil. Rodrigo Panassolo me lembra muito Djavan. Renato Goda tem um disco todo muitíssimo bom, com uma característica bem francesa. Katia B. tem essa melodia incrível. Roberta Sá e seu agudo gostoso. Fernanda Takai, goxto muito de voxê. E por fim, Fábrica, uma banda com muita música boa.

Então, é isso que queria compartilhar sobre o meu janeiro.
Sugestões de novas categoria são bem-vindas e super bem tratadas, não precisam nem tirar os sapatos.
Por hoje é isso!
Até breve!

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Especial, Retrospectiva

Balanço do ano, expectativas, agradecimento e considerações finais.

Esse post serve mais como registro pessoal. Queria deixar guardado em algum lugar o meu parecer a respeito desse ano ótimo, que acaba hoje.

2012 foi o ano da leitura. Nunca li tanto como esse ano, foram 60 livros, muito muito diferente dos dois anteriores. Em 2010 li 19 livros e em 2011, 11 livros, vergonhoso. Posso dizer que 2012 foi o ano em que a literatura realmente invadiu a minha vida, ou fui eu que eu entrei de corpo e alma na literatura? Independente, este ano me mostrou que o amor pelos livros ultrapassa a vida a dois, as letras e o leitor. Essa paixão pode ser compartilhada, e deve. Conheci muitos blogs e vlogs incríveis, que inclusive me inspiraram a criar este blog na metade do ano, pois senti vontade de falar sobre as minhas leituras também. Como não tenho muitos amigos leitores, a internet se mostrou um meio sensacional para ligar pessoas de lugares distantes, em função de um gosto comum. Que 2013 seja ainda mais incrível pra toda essa galera que incentiva muitos outros a conhecer o mundo lindo e louco da literatura. Agradecimentos a Denise do Meus olhos verdes, uma pessoa sensacional, que me presenteou com uma quantidade imensa de livros na lista de ‘desejados’ do skoob. Agradeço também ao Amanto do Tédio Social, que vem se mostrando um grande amigo virtual, aparentemente o seguidor mais assíduo do blog, desde o primeiro dia do mesmo. Além dessas pessoas incríveis que conheci este ano,  gostaria de agradecer também a Tati Feltrin, a Luara, Ju Gervason, Patricia Pirota, dentre outros, que apesar de não conversarmos tanto, muito moldaram o meu gosto literário.

Segue uma listinha de todos os livros que li este ano. Destaque para a literatura nacional (uma das minhas grandes paixões), espero conhecer muito muito mais a literatura produzida no nosso pais. Também quero reler mais livros da minha estante; e além disso, preciso preencher 2013 com mais poesia, haja visto que em 2012 li apenas 1 livro do gênero. Ah! E tem outra coisa, ano que vem terá muito Machado!

-O Outro Pé da Sereia – Mia Couto
-O dia das moscas – Nei Leandro de Castro (*)
-O Verso e o Briefing – Clotilde Tavares
-Carta sobre a Felicidade (a Meneceu) – Epícuro
-Onde Vivem os Monstros – Maurice Sendak
-O Maravilhoso Mágico de Oz – Lyman Frank Baum  (**)
-O Alienista – Machado de Assis  (**)
-A Metamorfose – Franz Kafka (*)
-Coisas frágeis 1 – Neil Gaiman (**)
-As Aventuras de Pinóquio – Carlo Collodi
-O Caso Morel – Rubem Fonseca – 232 páginas
-O Perfume – Patrick Süskind (**)
-1984 – George Orwell
-Almoço nu – William S. Burroughs (*)
-Escolha o título – daniel minchoni, eveline gomes
-O Grande Gatsby – F. Scott Fitzgerald
-Grandes Esperanças – Charles Dickens (**)
-Pedro Páramo – Juan Rulfo  (*)
-Renascença – Oliver Bowden
-Estorvo – Chico Buarque
-80 anos de poesia – Mario Quintana
-A Revolta da Cachaça – Antonio Callado
-Lucíola – José de Alencar  (*)
-O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger (**)
-O Corno de si mesmo – Marquês de Sade
-Blecaute – Marcelo Rubens Paiva
-Contos Bregas de bolso – Thiago de Góes
-O Médico e o Monstro – Robert Louis Stevenson
-O Menino do Dedo Verde – Maurice Druon (**)
-Viagens com o presidente – Eduarco Scolese, Leonencio Nossa
-Ana Karênina – Liev Tolstói  (**)
-Saramago – João Marques Lopes
-Praticamente Inofensiva – Douglas Adams  (*)
-Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes! – Douglas Adams  (*)
-A Vida, o Universo e Tudo Mais – Douglas Adams  (*)
-O Restaurante no Fim do Universo – Douglas Adams  (*)
-O escaravelho do Diabo – Lúcia Machado de Almeida
-Uma Breve História do Tempo – Stephen W. Hawking
-Poeira das Estrelas – Marcelo Gleiser
-Da Morte; Metafísica do Amor; Do Sofrimento do Mundo – Schopenhauer (*)
-Seminário dos Ratos – Lygia Fagundes Telles
-A Estrada da Noite – Joe Hill
-A Menina Que Não Sabia Ler – John Harding (**)
-Laranja Mecânica – Anthony Burgess (**)
-Rashômon e Outros Contos – Ryunosuke Akutagawa (**)
-A Comédia Trágica ou a Tragédia Cômica de Mr. Punch – Neil Gaiman, Dave McKean (*)
-Os Meninos Aquáticos – Charles Kingsley (**)
-Ficções – Jorge Luis Borges – 174 páginas (**)
-Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra – Mia Couto (*)
-Memória de Minhas Putas Tristes – Gabriel García Márquez (**)
-O Caso dos Exploradores de Cavernas – Lon L. Fuller
-A Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera  (*)
-O Natal de Poirot – Agatha Christie
-Assassinato no Expresso do Oriente – Agatha Christie
-Cai o Pano – Agatha Christie
-O Primeiro Mandamento – Brad Thor
-Suicídios exemplares – Enrique Vila-Matas
-Tubarão – Peter Benchley (**)
-Cartas a Um Jovem Poeta – Rainer Maria Rilke (*)
-Eu, Robô – Isaac Asimov (**)

(*) Livros que entraram para a lista de favoritos de todos os tempos desde sempre.
(**) Livros que, por algum motivo, foram marcantes e super recomendo.

ps: Muitos dos livros citados acima não foram abordados no blog, uma vez que ele foi criado na metade deste ano. Se alguém se interessar por algum especificamente, posso falar minhas impressões pelos comentários ;)

Este é oficialmente o ultimo post do ano.
Que 2013 seja ainda mais maravilhoso para todos nós.
Obrigado por tudo!
Inté!

2 Comentários

Arquivado em Especial

Desafio Literário 2013

Não me aguentei depois da sugestão da Denise do ‘Meus olhos verdes’ e resolvi participar também do Desafio Literário 2013. A quem ainda não conhece, funciona da seguinte maneira: para cada mês há um tema pré determinado, o que é muito bacana pois diversifica a leitura, deverá ser lido no mínimo um livro por mês, 12 livros no ano, e postada uma resenha em blog ou skoob, etc… Ao fim de cada mês, um livro cedido pela Editora Univali será sorteado entre os que cumpriram o desafio do mês, do mesmo modo ocorre ao termino do ano, onde participam do sorteio aqueles que leram no mínimo 12 livros, cada um respectivo a um tema. Mais informações aqui.

Desafio Literário 2013

Segue a minha lista de livros propostos:. Vale destacar que não é obrigatória a feitura desta lista, mas eu aconselho pois facilita a organização e o cumprimento da meta.

1. Mês de Janeiro – Tema Livre

A_GUERRA_DOS_TRONOS_1299188140PVou aproveitar  para o desafio literário as leituras que eu já havia decidido fazer nas férias, uma vez que não há especificação de tema no primeiro mês. Programei ‘A Guerra dos Tronos’ do George R. R. Martin para janeiro. O curioso é que eu normalmente consumo menos letras quando estou de férias. Minha teoria é que pelo fato de eu ler muito em ônibus, a caminho da faculdade, a partir do momento em que este momento deixa de existir, a leitura desacelera, além disso, férias é sinônimo de preguiça.

2. Mês de Fevereiro – Livros que nos façam rir

COTOCO_1279559727PLogo pensei em alguma outra peça do Suassuna, tipo ‘Uma Mulher Vestida de Sol’, mas desconfio que não seja um texto cômico como ‘O Santo e a Porca’. Mas, como estou aproveitando este desafio para consumir aquilo que tenho parado aqui na minha estante, não vejo oportunidade melhor para ler ‘Cotoco’ de John Van de Ruit. Muito ouvi falar sobre a comicidade desse livro, criei expectativas altas e quero vê-las superadas em fevereiro de 2013. Desconheço a razão, mas prevejo um caráter ‘safadinho’ para este livro, se é que me faço entender, estou certo?

3. Mês de Março – Animais protagonistas

RESGATE_NO_MAR_1232969239PPretendo reservar dois livros para este mês. Primeiramente escolhi ‘Resgate no Mar’ de Richard Bach, que tem como protagonistas, simpáticos furões; ganhei este livro há um tempo  , sem conhecer um pingo de informação a respeito, mas me parece que o autor é conhecido  sim. Além desse, independente de desafio literário, eu já tinha combinado comigo mesmo de ler ‘A Revolução dos Bichos’ de George Orwell em 2013, vou aproveitar a temática do mês de março e lê-lo para o desafio também.

4. Mês de Abril – Uma ou mais das quatro estações no título

SE_UM_VIAJANTE_NUMA_NOITE_DE_INVERNO_1321913211PRodei a minha estante, que não é grande, a procura de algo que se enquadrasse nesta categoria, mas nada encontrei. Passeei pela minha lista na desejados no skoob e encontrei apenas um que permitia a minha participação no mês de abril do desafio, e foi o ‘Se um viajante numa noite de inverno’ do Italo Calvino. Na verdade encontrei mais de um, dois para ser sincero, mas ‘Primavera num espelho partido’ do Mario Benedetti é de difícil acesso para uma pessoa dependente de bibliotecas públicas. Então, apenas Italo Calvino me acompanhará neste mês.

5. Mês de Maio – Livro citados em filmes

solparatodosbrPrecisei do auxílio dos organizadores do desafio literário desta vez, dei uma olhada na lista de livros sugeridos por eles no site e acabei escolhendo mais de um, três na verdade. ‘O Sol é para todos’ da Harper Lee (no filme Professora Sem Classe) que comprei faz pouco tempo. ‘Romeu e Julieta’ do shakespeare (no filme A Bela e a Fera), que estou devendo a mim mesmo há anos. E, ‘Assim Falou Zaratustra’ do Nietzsche (no filme Pequena Miss Sunshine), que á havia me comprometido a ler assim que pintasse a oportunidade. Se serei capaz de cumprir esta meta, aí são outros 500, mas a ideia é ler os três, a ideia.

6. Mês de Junho – Romance psicológio

morro dos ventosPoderia colocar ‘Crime e Castigo’ do Dostoievski aqui, mas apesar de ser leitura quase certa para o ano que vem, optei por não abusar tanto, uma vez que pretendo fazer outras leituras fora do desafio. Por isso, apenas Emily Brontë me fará companhia neste mês, com ‘O Morro dos Ventos Uivantes’, haja visto que este livro está aqui descansando na segunda prateleira, juntamente com outros lindos clássicos da abril coleções, como ‘Primo Basílio’ do Eça de Queiroz, que certamente será lido em 2013, mas à parte do desafio.

7. Mês de Julho – Cor ou cores do título

O_HOMEM_DE_AMARELO_1284991404PEsta foi de fácil decisão. Ganhei recentemente um livro chamado ‘O Homem de Amarelo’ de Hersh Wladimir Basbaum, desconheço o autor e todo o resto sobre a obra, mas se enquadra na temática do mês, então será lido. Além desse, vou colocar como segunda opção ‘O Maníaco do Olho Verde’, pois algum livro do Dalton Trevisan eu terei que ler no ano que vem, e talvez esta seja uma boa, mas não garantida, oportunidade. Gostaria mesmo de conhecer o paranaense por ‘Cemintério de Elefantes’, mas… vamos ver no que dá.

8. Mês de Agosto – Vingança

CARRIEN_A_ESTRANHA_1351081593PDifícil escolha também. Clamei pelas sugestões do site do desafio, e lá foi-me dado uma luz, duas luzes na verdade, mas apaguei uma delas da lista, afinal, estava sem perceber, me comprometendo demais com este desafio. Para aliviar a quantidade de leituras ‘obrigatórias’, escolhi apenas um (como é de costume e todo o mundo o faz, eu que sou exagerado, jogado aos seus… ). Na tentativa de conhecer a escrita do famoso Stephen King, lerei ‘Carrie, a Estranha’.

9. Mês de Setembro – Autores portugueses contemporâneos

o_evangelho_segundo_jesus_cristo_1302990713pNovamente suprindo uma falha, nunca li Saramago. É agora ou nunca, ‘O Evangelho Segundo Jesus Cristo’ suprirá minha necessidade. Engraçado que este livro era uma meta para 2012, mas acabei me enrolando e nosso nobel da língua portuguesa ficou para trás. Além disso, mesmo a edição pocket da Companhia das Letras tendo um preço mais agradável que a edição normal, o livro continua não sendo barato o suficiente. Não sei vocês, mas qualquer coisa acima de R$ 20,00 já foge do meu orçamento #pobre. Não muito longe, lerei ‘Caim’.

10. Mês de Outubro – Histórias de Superação

marina-a-vida-por-uma-causaUma biografia para diversificar mais ainda a lista, nem sei se pode. Fico com ‘Marina’ de Marília de Camargo César. Pelas entrevistas que assisti, parece incrível a história de vida da Marina Silva. Acho admirável a maneira como ela se expressa, e como ela se tornou tão eloquente, inteligente e visionária, tendo vindo de uma família humilde do acre. Quase escolhi a biografia da Dilma ‘A vida quer é coragem’ de Ricardo Batista Amaral, mas Marina Silva é um ícone pra mim.

11. Mês de Novembro – Livros que foram banidos

candidoPois então, tanta coisa pode ser enquadrada aqui. ‘Lolita’ de Vladimir Nabokov, ‘O Senhor das Moscas’ de William Golding, e outras centenas. Mas, como estou dando preferência para os livros que já moram comigo, ficarei com ‘Candido’ do Voltaire, amplamente proibido porque possuía blasfêmia religiosa e hostilidade intelectual. Se possível lerei os outros dois que citei anteriormente, afinal, não posso ver o filme do Kubrick antes do livro, e, dizem que há uma relação do segundo com  a série Lost.

12. Mês de Dezembro – Natal

conto deAndei dando uma olhada na lista do pessoal que também vai participar do desafio, e foi quase unânime a escolha de ‘Um Conto de Natal’ Charles Dickens. E não sou exceção, apesar de tê-lo programado para este ano ainda, resolvi adiar alguns 365 dias, afinal, já li um Dickens este ano e está de bom tamanho. O bacana desse livro é que ele é bastante fino, perfeito para o mês de dezembro, isso mesmo, não gosto de textos volumosos no último mês do ano.

Por hoje é isso!
Participem e até mais!

2 Comentários

Arquivado em Especial