Mais fácil é engravidar por polimerização do que não gostar deste livro.

COTOCO_1279559727P

Minha edição de ‘Cotoco’ de John Van de Ruit, pela intrínseca (389 páginas).

Deixa eu confessar uma coisa, esse Desafio Literário vem se mostrando uma tarefa relativamente difícil de ser cumprida. Somente no último dia de fevereiro que consegui terminar ‘Cotoco – O diário perversamente engraçado de um garoto de 13 anos’ de John van de Ruit. O tema do mês é “Um livro que faça rir”, e eu não poderia ter feito escolha melhor, o autor é dono de um humor incrível, não visto em qualquer outra comédia que já li. Normalmente acho graça na ironia e no sarcasmo da escrita, mas este livro é um tanto diferente, trata-se de um humor mais escrachado, despudorado, livre de tabus e quaisquer outras algemas; por vezes pode até soar agressivo

A história se passa em 1990 na Africa do Sul, e conta o primeiro ano de John Milton como bolsista em um renomado internato para garotos. Logo depois do primeiro banho, Milton é afetuosamente apelidado de Cotoco, devido as suas partes intimas pouco desenvolvidas (tem pinto pequeno). Na mesma ala de dormitórios que o nosso protagonista dormem o Rambo,  o Cachorro Doido, o Simon, o Rain Man, o Lagartixa (praticamente mora na enfermaria, pega todas as infecções possíveis, todos os vírus e bactérias o adoram, e  todas as doenças o amam), o Barril  e o Esponja (o punheteiro); grupo auto denominado Os Oito Loucos. Esse grupo passa por uma situação mais bizarra do que a outra, e como se tudo que eles fazem na escola não fosse suficiente, ainda aprontam nos  fins de semana quanto retornam para suas casas, o que rende algumas das melhores partes do livro, pois a família do Cotoco é completamente louca. Enfim, em meio ao mistério que envolve o suposto fantasma de um ex professor que vaga pelo colégio, nosso pequeno Cotoco segue escrevendo em seu diário, lendo O Senhor dos Anéis, competindo em acirrados jogos de críquete e cantando lindamente com sua voz de menina, enquanto tem suas primeiras e hilárias experiências amorosas.

Dei 5 estrelas para o livro no skoob, ele realmente cumpriu sua missão, arrancou gargalhadas (me constrangendo publicamente até) e me divertiu bastante. Um dos grandes destaques, ao meu ver, é a construção das personagens; são todas muito peculiares. Certamente vou carregar por muito tempo as vergonhas do Cotoco, as malandragens do seu pai e os problemas de saúde do Lagartixa. Vale também destacar que um importante momento histórico é utilizado no plano de fundo desta história, o fim do apartheid e a libertação de Nelson Mandela da prisão, portanto, ao longo de todo o texto verificamos traços culturais e sociais relacionados a temática racial e política. E tem outra coisa, não estou querendo dizer que o livro é direcionado, em hipótese alguma, mas acho que ele  tende para o publico masculino, não que desagrade ao outro gênero, mas é uma história sobre moleques, sobre garotos que falam sobre garotas, que praticam bullying, que aplicam trotes, que sacaneiam e coisa e tal. Mas é inegável que a comicidade do texto faz qualquer um  se divertir.

Desafio Literário 2013

Navegando por aí, me esbarrei nessa pagina aqui, do blog Viagem Literária, onde fiquei sabendo que o livro já foi adaptado cinematograficamente, e que mais dois livros ainda vem para o Brasil para completar a série. Sinceramente, até hoje eu não fazia a mínima ideia de que havia continuação, achei que fosse um livro único, mas aguardo ansiosamente pelas próximas publicações do autor que quebrou todos os recordes editoriais na Africa do Sul e recebeu o Bookseller’s Choice Awards (2006).

Por hoje é isso!
Até breve!

Anúncios

11 Comentários

Arquivado em Leituras Concluídas

11 Respostas para “Mais fácil é engravidar por polimerização do que não gostar deste livro.

  1. Oi,
    Acho mesmo que o livro é mais direcionado para meninos e também me envergonhei publicamente rindo com ele. ;)

    Abraços!

  2. Caramba, fiquei curiosíssima! Já tinha ouvido falar no livro, mas não sabia de muitos detalhes dele. Pelo visto eu certamente gargalharia com essa leitura, teria que tomar cuidado ao ler em público hahaha. Mas sabe que eu prefiro humor escrachadão e sem pudores, ou então humor mais refinado. Só num curto tanto “humor mulherzinha”, tipo o que a gente encontra em vários chick-lits (nem todos, afinal não vou generalizar).

    Bj
    Livro Lab

  3. SOCORRO TO MORRENDO JA COM TUA RESENHA!!!! Adoro humor escrachado dou muito besta p rir certamente iria passar vergonha na rua também kkkkkkkkk. Imaginando aqui o filme disso deve ser massa demais.

  4. Reblogged this on e comentado:
    PRECISO DESSE LIVRO URGENTEEEE

  5. Acho que um dos meus defeitos é não ser direto, não saber resumir as coisas e ficar enrolando… Creio que esse não seja o seu caso! Em poucas palavras vc falou tudo do livro! rsrs
    Também tive passagens que ri escrachadamente! Do Lagartixa, então, coitado! Nem se fala! rsrs
    Parabéns pela resenha!

  6. Pingback: Balanço do mês [Fevereiro de 2013] | Leitor Compartilhado

  7. Eu sabia que tinha continuação, porém, não faço a mínima ideia do porquê a intrínseca não ter lançado ainda. E por falar em intrínseca, ela deveria ter feito uma divulgação do filme também. Mas enfim…. Este livro é maravilhoso, só de lembrar das cenas da vó eu rio, haha.
    Tenho vontade de comprar em inglês – eu não ligo muito para capas, mas a capa estrangeira é bem melhor – e aí já poderei degustar o restante dos livros.

    Abraços,
    http://www.garotodoslivros.blogspot.com.br

    • Curioso o fato do livro estar se tornando tão conhecido por aqui, principalmente entre blogs e vlogs, e o filme não. Acredito que se a intrínseca fizesse por exemplo, livro com a capa do filme, seria como se ela estivesse se escorando em algo menor,no caso o livro levantaria o filme, e não ao contrário como costuma acontecer.
      Ainda não sou capaz de ler em inglês :( Mas talvez um livro como Cotoco, mais leve e tal, eu até consiga. Vou fazer um teste ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s