Balanço do mês [Janeiro de 2013]

Relativamente atrasado, voltei para compartilhar o que li no mês que acabou de acabar, o que assisti, o que ouvi; enfim, foram poucos os livros, muitos os filmes, quase nada de séries (terminei a 3ª temporada de The Big Bang Theory apenas) e muita música boa. Antes, uma observação, não sei se alguém foi capaz de perceber, mas não teve Balanço do mês de dezembro, o fato é que o último mês do ano é sempre complicado; eu estava a um passo de alcançar as minhas férias, o natal estava próximo e a festa de ano novo também, e não consegui me organizar de modo a registra todas as minhas atividades, logo, não pude compartilhá-las. A partir de agora, para todo mês será feita uma breve retrospectiva, só não garanto para o mês 12 ;)

Livros:.
Em Janeiro li três livros dos mais finos que há, se não estou enganado, nenhum deles supera 200 páginas. Detalhe, um deles é da coleção 64 páginas. Mas por que eu li tão pouco assim? Eu explico, pode deixar, porque A Guerra dos Tronos está me tomando maravilhosos 2 mêses de leitura. Já fiz post sobre os três livros do mês, estes que foram intercalados entre os capítulos do grandalhão da Leya, e em poucos dias acabo com o livro 1 de George Martin e compartilho minhas impressões.
Livros janeiro

Sobre ‘O Mistério de Marie Rogêt’ de Edgar Allan Poe:. aqui
Sobre ‘Nihonjin’ de Oscar Nakasato:. aqui
Sobre ‘O Seminarista’ de Bernardo Guimarães:. aqui

Filmes:.
Minhas ferias acabaram no dia 22 de janeiro, e durante estes dias do mês 01 assisti a 11 filmes. Posso afirmar que o único filme ruim da lista é Prometheus, que na minha opinião pecou muito em roteiro, de resto ele é uma grande produção. ‘Django Livre’, ‘Life of Pi’ e ‘Cloud Atlas’ eu vi no cinema, o primeiro é extremamente irônico (um tarantino puro sangue) mas ainda prefiro ‘Kill Bill’ e ‘Bastardos Inglórios’; o segundo tem uma moral muito bonita, ótimos efeitos de computação gráfica, mas me cansou um pouco; e o terceiro é  bastante corajoso, por horas lacônico, e por outras explicativo demais, mas um ótimo filme com uma ótima montagem. ‘Hora de morrer’ tem uma fotografia imponente (em p&b). ‘E se vivessemos todos juntos’ e ‘Intocáveis’ são divertidíssimos e belos. ‘Holy Motors’ é genial, repleto de simbologia e cenas icônicas, além de uma atuação impecável do protagonista. ‘O impossível’ é sofrível demais de assistir, ‘Indomável sonhadora’ é lindamente singelo, e ‘Ferrugem e Osso’ é legalzão.

filmes janeiro

Música:
O que descobri em janeiro e/ou tenho ouvido recentemente: Ellen Oléria é aquela que com com sua brasilidade e voz imensa venceu o The Voice Brasil. Rodrigo Panassolo me lembra muito Djavan. Renato Goda tem um disco todo muitíssimo bom, com uma característica bem francesa. Katia B. tem essa melodia incrível. Roberta Sá e seu agudo gostoso. Fernanda Takai, goxto muito de voxê. E por fim, Fábrica, uma banda com muita música boa.

Então, é isso que queria compartilhar sobre o meu janeiro.
Sugestões de novas categoria são bem-vindas e super bem tratadas, não precisam nem tirar os sapatos.
Por hoje é isso!
Até breve!

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Especial, Retrospectiva

10 Respostas para “Balanço do mês [Janeiro de 2013]

  1. Adorei essa ideia de retrospectiva mensal variada!
    Eu gostei muito de Intocáveis e de Django.
    Você tem que ver Lincoln!
    Abraço,

  2. Foi cheio o seu mes HAHAH, to sentindo isso na pele de passar anos com um livro, lendo Nárnia e intercalando com outros menores p o blog nao ficar vazio esse tempo todo.

    Preciso ver Bests of Southern Wild o trailer lindo me encantei porém esqueço, e Cloud Atlas é outro… OLHAAA NO SOUNDCLOUD!!! Adorei essa ideia de montar playlists mensais, Takai tem voz de anjo sem falar que é linda AWN.

    Abraços :D

    • Um dia lerei Narnia, sei que este dia está muito distante, mas um dia chegará.
      Preciso rever bests of southern wild, o filme lindamente poético, acredito que pode ser melhor sentido em uma segunda vez ;)
      E veja Holy Motors tb, vc vai pirar!
      Conheço uma pessoa que é fã numero 0 de Fernanda Takai, e eu nunca quis gostar da cantora só de birra, mas é inegável, ele tem uma jeito de cantar muito bom, e umas musiquinhas gostosas.
      flw!!!

    • …aprendi a trabalhar com o soundcloud hj mesmo, levei horas para encontrar uma maneira de fazer upload de músicas do pc para postar no blog, o wordpress não oferece este serviço #tenso

  3. Edgar Allan Poe, gostei! Quero muito ler um livro inteiro dele, porque até hoje só li uns contos avulsos, mas gostei bastante do estilo.
    Sobre os filmes, você viu cada filmaço!!! Django Livre é sensacional, Ferrugem e Osso, poxa, sem palavras, atuação excelente. Holy Motors, Os Intocáveis e E se vivêssemos todos juntos são ótimos também.

    Bjs
    Livro Lab

    • Este foi o meu primeiro contato com Edgar Allan Poe, e foi frustrante. O Mistério de Marie Rogêt é bastante diferente do que eu esperava para do autor. Até onde eu sei ele é famoso pelas tramadas sobrenaturais de suspense, terror e fantasia, mas este livrinho da ’64 páginas’ é uma história policial repetitiva e cansativa, decepcionante. Mas não desistirei do Poe, ainda quero ler Histórias Extraordinárias.
      Janeiro e Fevereiro são, sem dúvida, os melhores meses para os cinéfilos. Começa a temporada de premiações, os ‘oscarizados’ estreiam por aqui, enfim, os dois primeiros meses do ano costumam render filmaços. Dos 11, o que mais gostei foi Holy Motors, mas Django, Intocáveis, O impossível e Indomável Sonhadora não ficam atras ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s