1,3 quilo por metro cúbico de poesia

quase ana c
troquei a roupa de cama
               coloquei lençol limpo
               o de cor clara, dos que você costuma gostar
as fronhas foram substituídas por outras, passadas
troquei a roupa com calma
arrumei o carma e a nossa cama
deixei o quarto, mais uma vez, à sua espera para a noite do dia
tudo pronto
tudo pronto para mais uma noite em que você não virá
pois desde o dia em que
desde aquele dia
exatamente aquele
desde então eu arrumo a cama com a voracidade das virgens, com a ritualidade
[das santas, com o cansaço das putas
arrumo a cama exatamente como você costuma gostar
para manter o diário gozo de tê-lo expulsado de minha vida desde então
arrumo a cama para você
mas quem se deita nela sou eu!
[Juliana Gervason]
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em 1.3 quilo por metro cúbico de poesia

2 Respostas para “1,3 quilo por metro cúbico de poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s